domingo, 21 de setembro de 2008

YOUTUBE MUSICAL VIII ou MENINOS DO CORO ou DECLARA-SE OFICIALMENTE ENCERRADA A SILLY SEASON ou "SENHORES, ESTÁ CÁ O VELHO BACH!"


Imagem AdC - "A Paixão de Bach Segundo Warhol" 2008. Como encontrei muitos Bach com óculos de sol por essa Internet fora resolvi ser um pouquinho mais original recorrendo ao Mestre da Pop Art.
"Tragam-me uma tigela com café antes que
me transforme
num bode!"


Cadenza do primeiro andamento, "Allegro", do Concerto Brandeburguês n.º 5.
No cravo Gustav Leonhardt; pequeno excerto do filme "Chronik der Anna Magdalena Bach" realizado por Jean-Marie Straub em 1968.


Ária "Eilt, ihr angefochtnen Seelen" da Paixão Segundo S. João cantada pelo baixo Anton Scharinger, Kurt Equiluz (tenor, evangelista), Robert Holl (baixo, Jesus), coro Tölzer Knabenchor, Concentus Musicus Wien dirigido por Nikolaus Harnoncourt.


Ária "Es ist vollbracht" da Paixão Segundo S. João cantada pelo alto Panito Iconomou, Kurt Equiluz (tenor, evangelista), Robert Holl (baixo, Jesus), coro Tölzer Knabenchor, Concentus Musicus Wien dirigido por Nikolaus Harnoncourt.


Suite para Orquestra Bwv 1067, sétimo andamento: "Badinerie". Orquestra Barroca de Amsterdão dirigida por Ton Koopman.

"Não tem nada de extraordinário:
tudo o que se tem a fazer é premir
as teclas certas no momento certo
e o instrumento tocará por ele próprio"

Ao contrário do mito romântico o velho JSB não acabou a sua carreira na miséria, profissionalmente humilhado e totalmente esquecido pelos seus contemporâneos.

Toda a sua vida foi um homem vigoroso e extremamente activo, marcava o ritmo das suas interpretações batendo com os pés no chão. Adorava dançar, conforme se pode ouvir nas suas suites para orquestra. Caminhou 320 km a pé para ouvir e aprender com o seu ídolo Buxtheude. É preciso também não esquecer que teve 20 filhos…
Luterano convicto guiava toda a sua vida pelos ensinamentos da Bíblia, mas nunca compactuando com gente puritana nem com falsos moralismos.
Consciente do seu valor era intolerante com a mediocridade artística ao ponto de se tornar cruel com os menos capazes; chamou "bode anão" a um fagotista pouco competente e quando este o abordou na rua com ameaças o jovem músico teve de recorrer ao uso da espada para acalmar os ânimos...
Não se "curvava" perante ninguém: em 1717 o duque de Weimar colocou-o sob prisão para o convencer a não se mudar para Cöthen onde assinara um novo contrato, nada feito, ao fim de um mês foi libertado sem fazer a menor cedência.
Em Leipzig sentia-se (e era) subvalorizado, mas investigações mais recentes dizem-nos que o Kantor era admirado em todo o "mundo" alemão como compositor, intérprete, organista, construtor de órgãos e professor; senão vejamos:
O rei Frederico o Grande da Prússia preparava-se para mais um concerto privado, no qual ele próprio tocava flauta, quando lhe deram a lista das pessoas chegadas à corte. Pousou a flauta que tinha na mão e com a voz emocionada disse para a orquestra: "Senhores, está cá o Velho Bach!". Cancelou imediatamente o concerto convidando o Kantor de Leipzig (que se preparava para repousar nos aposentos de seu filho Carl Phillip Emmanuel) a experimentar sete novos fortepianos construídos por Gottfried Silbermann. Depois de Bach tocar em todos os instrumentos pediu ao rei que lhe desse um tema sobre o qual improvisar, obviamente que o nosso JSB improvisou de um modo espantoso como lhe era habitual. Quando regressou a casa, para mostrar a sua gratidão (há quem diga que o fez por orgulho pois a dificuldade da tarefa era enorme), desenvolveu o tema real numa sequência complexa de movimentos contrapontísticos juntando-lhe uma sonata para violino e flauta. Ao conjunto deu o nome de "Oferenda Musical" (uma das obras maiores da história da música) e enviou-a para a corte com uma carta dedicatória.


Períodos da vida de Bach e locais onde viveu:

Eisenach: 1685-1695.
Ohrdruf: 1695-1700.
Lüneburg: 1700-1702.
Weimar: 1703.
Arnstadt: 1703-1707.
Mühlhausen: 1707-1708.
Weimar (Segundo período): 1708-1717.
Cöthen: 1717-1723.
Leipzig 1: 1723-1729 - Kantor e Director de Música.
Leipzig 2: 1729-1740 - Collegium Musicum.
Leipzig 3: 1744-1750 - Os anos introspectivos.



Bach na Internet:
Bach na Wikipédia em português
Bach on Wikipedia
Johann Sebastian Bach: a detailed informative biography
JSBach.org
Bach on Answers.com
Bach-Cantatas.com
Britannica Encyclopedia - Johann Sebastian Bach
Brandenburg concertos
Johannes Passion
Orchestral suites
Organ Works

Créditos
Original para venda do "A Paixão de Bach Segundo Warhol"
Bach: St. John Passion / Harnoncourt, Equiluz, Moser, Holl
Chronik der Anna Magdalena Bach
The Amsterdam Baroque Orchestra - Four Bach Suites

Todas os vídeos apresentados são pequenos excertos de obras de longa duração.

Bibliografia
Johann Sebastian Bach: The Learned Musician
Evening in the Palace of Reason: Bach Meets Frederick the Great in the Age of Enlightenment

PS: para quem ficou com saudades da Silly Season aqui fica um prémio de consolação (quase 21 milhões de visualizações em pouco mais de 8 meses é obra!).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

"Abaixo de cão" - Palavra do Leitor

Clique em "Mensagens antigas" para ler mais artigos fantásticos do Arquivo.

Temas

(so)risos (4) 100nada (1) 25 de Abril (5) 4º aniversário (1) 90's (2) actualidade (1) Ambiente (2) Aniversários (13) Ano Novo (4) Arquitectura (1) Arte (2) Astronomia (6) avacalhando (1) Blogosfera (78) boicote AdC (1) borlas (2) burla (1) cantarolando (1) cidadania (4) Ciência (6) Cinema (7) Cinema de Animação (2) classe (1) coisas (1) coisas da vida (5) Como disse? (1) Computadores e Internet (28) Contra a censura (1) contrariado mas voltei (1) corrosões (1) cultura (1) curiosidades (1) dass (1) de férias; mas mesmo assim não se livram de mim (2) Década Nova (1) Democracia (5) depois fica tudo escandalizado com as notas dos exames de português (1) Desporto (3) Dia do Trabalhador (1) Direito ao trabalho (1) ditadores de Esquerda ou de Direita não deixam de ser ditadores (1) é que eu amanhã tenho de ir trabalhar (1) eco (1) Economia (5) efemérides (2) eles andam aí (1) Elis (2) Em bom português se entendem 8 nações (2) em homenagem ao 25 de Abril (1) Em Pequim o Espírito Olímpico morreu (1) escárnio e maldizer (1) Escultura (3) espanta tédio (1) estado do mundo (1) Fado (1) Fernando Pessoa (1) festividades (3) Festividades de Dezembro (2) Filosofia (3) Fotografia (24) fotojornalismo (1) fuck 24 (1) fundamentalismos (1) futebol (1) Futuro hoje (1) ganância (3) gastronomia (1) Geografia (1) Grande Música (38) grátis (1) História (4) inCitações (13) injustiça (1) Internet (4) internet móvel (1) Internet: sítios de excelência (1) intervenção pública (3) inutilidades (7) Jazz (2) jornalismo (1) ladrões (1) Liberdade (7) liberdade de expressão (2) língua portuguesa (4) Lisboa (2) listas (1) Literatura (9) Livro do Desassossego (1) Má-língua (1) mentiras da treta (1) miséria (1) MPB (5) Mundo Cão (5) música afro-urbana (1) Músicas (13) não te cales (2) Navegador Opera (2) ninguém me passa cartão... (1) Noite (1) o lado negro (1) o nosso futuro (1) oportunismo (1) os fins nunca justificam os meios (1) paranoia (1) parvoíces (1) pessoal (8) Pintura (129) podem citar-me (3) Poesia (30) política (10) política internacional (2) porque são mesmo o melhor do mundo (2) Portugal (3) Portugal de Abril (4) preciosa privacidade (6) preguiça (1) Programas de navegação (1) quase nove séculos de crise (3) quotidiano (2) resistir (2) resmunguices (7) respeite sempre os direitos de autor (1) Seleção AdC - Internet (1) Selecção AdC - Internet (2) serviço público AdC (1) Sexo (1) so(r)risos (5) Solidariedade (3) Taxa Socas dos Bosques (1) Teatro (1) Tecnologia (1) televisão (1) temos de nos revoltar (1) Terceiro Mundo (20) The Fab Four (1) trauteando (1) Um aperto no coração (1) umbigo (8) UNICEF (1) vai tudo abaixo (2) vaidades (7) vampiros (1) Verdadeiramente Grandes Portugueses (4) vidas (1) vou ali e já venho (1) YouTube (3)
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...