quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010

MANUCURE (FINALMENTE)

Manucure

Na sensação de estar polindo as minhas unhas,

Súbita sensação inexplicável de ternura,

Todo me incluo em Mim – piedosamente.

Entanto eis-me sozinho no Café:

De manhã, como sempre, em bocejos amarelos.

De volta, as mesas apenas – ingratas

E duras, esquinadas na sua desgraciosidade

Boçal, quadrangular e livre-pensadora...

Fora: dia de Maio em luz

E sol – dia brutal, provinciano e democrático

Que os meus olhos delicados, refinados, esguios e citadinos

Não podem tolerar – e apenas forçados

Suportam em náuseas. Toda a minha sensibilidade

Se ofende com este dia que há-de ter cantores

Entre os amigos com quem ando às vezes –

Trigueiros, naturais, de bigodes fartos –

Que escrevem, mas têm partido político

E assistem a congressos republicanos,

Vão às mulheres, gostam de vinho tinto,

De peros ou de sardinhas fritas...

(..)

Leia o poema completo na Biblioteca AdC.


Finalmente um dos poemas mais geniais do Século XX chega ao Abaixo de Cão.
Trata-se de "Manucure" de Mário de Sá-Carneiro publicado em 1915 e cujos efeitos tipográficos tentei reproduzir o mais fielmente possível. Recorri a várias fontes na Internet e não me venham falar em direitos de autor pois toda a obra do poeta se encontra no Domínio Público.

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010

AJUDAR SIM, MAS...

Quem quiser ajudar as vítimas da tragédia da Madeira pode consultar nesta página do Público como o deve fazer, porém deve ter muito cuidado com as mensagens de correio electrónico que já por aí circulam e que contêm NIB's "falsos". 
Não esquecer também que o Portugal e a União Europeia possuem mecanismos de apoio no caso de catástrofes naturais, se bem utilizados são mais que suficientes.


P. S. anunciou o Público que não iria aplicar para já o Acordo Ortográfico, no caso presente parece que não é assim... (mesmo sendo um apoiante da mudança não deixo de estranhar a nova grafia).

AI É TÃO GIRO EU DIZER A TODOS OS TERRÁQUEOS ONDE ESTOU!

Quando se fala em defender a privacidade muita gente encolhe os ombros afirmando que isso só afecta quem tem algo a esconder.
Apesar de muitos internautas efectuarem acções de duvidosa legalidade (... torrents, anyone?), existem os outros que se julgam imunes e por isso devem reflectir sobre as últimas tendências nas redes sociais. Aconselho a leitura deste artigo no Betanews (em inglês) e mais não digo.

domingo, 14 de fevereiro de 2010

COLORGRAPHIA LXXII (too obvious for today, I know...)


Antoon van Dyck (1599-1641). "Cupido e Psique" 1639-40, óleo sobre tela, 199,4 x 191,8 cm. Royal Collection, Windsor, Reino Unido.


Godfried Schalcken (1643-1706). "Amantes Iluminados por uma Vela" 1665-70, óleo sobre madeira, 20 x 14 cm. Musée du Louvre, Paris.


Vincent van Gogh (1853-1890). "Arles - Dois Amantes" (Fragmento de uma pintura que o pintor rejeitou) 1888, óleo sobre tela, 32.5 × 23 cm. Musée d'Orsay, Paris.


Gustav Klimt (1862-1918). "Der Kuß" (O Beijo) 1907-1908, óleo sobre tela, 180 × 180 cm. Österreichische Galerie, Viena de Áustria.


Egon Schiele (1890-1918). "Die Umarmung" (O Abraço) 1907-1908, óleo sobre tela, 100 × 170 cm. Österreichische Galerie, Viena de Áustria.


Ernst Ludwig Kirchner (1880-1938). "Großes Liebespaar" (Grandes Amantes) 1930, óleo sobre tela, 151 x 112 cm. Museu Kirchner em Davos, Suiça.

Para ti, Vera

terça-feira, 9 de fevereiro de 2010

PHOTOGRAPHIA XXXIII - ATGET (encore)


Rue de Viarmes coté de la rue Vannes (1e), 1907. Impressão sobre albúmen 21,5 x 17,7 cm.


Versailles, coin de parc, 1902. Impressão sobre albúmen 21.8 x 17.5 cm.

Regressa a este blogue a genial imperfeição de Eugène Atget. Sobre o fotógrafo amante de Paris talvez um dia aqui se publique um texto com princípio, meio e fim...

Ligações:
Atget on Wikipedia
Atget - Wikipédia en français
Atget collection at George Eastman House
Le fonds Atget sur Gallica
Atget no Flickr

terça-feira, 2 de fevereiro de 2010

PRODUTIVIDADE, PRODUTIVIDADE, PRODUTIVIDADE

Como o único problema do país é a baixa produtividade há que fazer como "lá fora". Por cá já muitas empresas tomaram o rumo certo, mas todas (grandes, médias, piquenas e micro) terão de agir da mesma forma para a Economia crescer.

segunda-feira, 1 de fevereiro de 2010

"FREE BEER", POIS...

Quando publiquei o Free, as in "Free Beer" há 2 anos nunca imaginei que seria o artigo deste blogue com mais sucesso. Tenho tentado acabar a edição revista e aumentada, mas sinto-me como alguém que fez um barquinho de papel e tenta agora construir um paquete transatlântico...

Como ainda vai demorar tempo até quebrar a garrafa de champanhe julguei oportuno publicar a versão em PDF (ver também a coluna do lado esquerdo). Quando o seu computador pifar tenha à mão o texto impresso que lhe pode dar jeito.
Clique em "Mensagens antigas" para ler mais artigos fantásticos do Arquivo.

Temas

(so)risos (4) 100nada (1) 25 de Abril (5) 4º aniversário (1) 90's (2) actualidade (1) Ambiente (2) Aniversários (13) Ano Novo (4) Arquitectura (1) Arte (2) Astronomia (6) avacalhando (1) Blogosfera (78) boicote AdC (1) borlas (2) burla (1) cantarolando (1) cidadania (4) Ciência (6) Cinema (7) Cinema de Animação (2) classe (1) coisas (1) coisas da vida (5) Como disse? (1) Computadores e Internet (28) Contra a censura (1) contrariado mas voltei (1) corrosões (1) cultura (1) curiosidades (1) dass (1) de férias; mas mesmo assim não se livram de mim (2) Década Nova (1) Democracia (5) depois fica tudo escandalizado com as notas dos exames de português (1) Desporto (3) Dia do Trabalhador (1) Direito ao trabalho (1) ditadores de Esquerda ou de Direita não deixam de ser ditadores (1) é que eu amanhã tenho de ir trabalhar (1) eco (1) Economia (5) efemérides (2) eles andam aí (1) Elis (2) Em bom português se entendem 8 nações (2) em homenagem ao 25 de Abril (1) Em Pequim o Espírito Olímpico morreu (1) escárnio e maldizer (1) Escultura (3) espanta tédio (1) estado do mundo (1) Fado (1) Fernando Pessoa (1) festividades (3) Festividades de Dezembro (2) Filosofia (3) Fotografia (24) fotojornalismo (1) fuck 24 (1) fundamentalismos (1) futebol (1) Futuro hoje (1) ganância (3) gastronomia (1) Geografia (1) Grande Música (38) grátis (1) História (4) inCitações (13) injustiça (1) Internet (4) internet móvel (1) Internet: sítios de excelência (1) intervenção pública (3) inutilidades (7) Jazz (2) jornalismo (1) ladrões (1) Liberdade (7) liberdade de expressão (2) língua portuguesa (4) Lisboa (2) listas (1) Literatura (9) Livro do Desassossego (1) Má-língua (1) mentiras da treta (1) miséria (1) MPB (5) Mundo Cão (5) música afro-urbana (1) Músicas (13) não te cales (2) Navegador Opera (2) ninguém me passa cartão... (1) Noite (1) o lado negro (1) o nosso futuro (1) oportunismo (1) os fins nunca justificam os meios (1) paranoia (1) parvoíces (1) pessoal (8) Pintura (129) podem citar-me (3) Poesia (30) política (10) política internacional (2) porque são mesmo o melhor do mundo (2) Portugal (3) Portugal de Abril (4) preciosa privacidade (6) preguiça (1) Programas de navegação (1) quase nove séculos de crise (3) quotidiano (2) resistir (2) resmunguices (7) respeite sempre os direitos de autor (1) Seleção AdC - Internet (1) Selecção AdC - Internet (2) serviço público AdC (1) Sexo (1) so(r)risos (5) Solidariedade (3) Taxa Socas dos Bosques (1) Teatro (1) Tecnologia (1) televisão (1) temos de nos revoltar (1) Terceiro Mundo (20) The Fab Four (1) trauteando (1) Um aperto no coração (1) umbigo (8) UNICEF (1) vai tudo abaixo (2) vaidades (7) vampiros (1) Verdadeiramente Grandes Portugueses (4) vidas (1) vou ali e já venho (1) YouTube (3)
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...