terça-feira, 28 de setembro de 2004

CARAVAGGIO


Michelangelo Merisi ''Caravaggio'' (28/9/1573*18/6/1610).
As Sete Obras da Misericórdia, 1607.

domingo, 26 de setembro de 2004

PROBLEMAS TÉCNICOS...

... com o servidor de imagens Photobucket estão a impedir a visualização de imagens em vários blogues, incluindo este. Parece que estão a ser alvo de um ataque, espero que o problema se resolva rapidamente.
QUE EXAGERO!

Michelangelo só aqui foi referido duas vezes, não era necessário colocar este blogue na lista de sites relevantes sobre Michelangelo Buonarroti (ver o nº 69 da lista ''Relevant Sites: Michelangelo Buonarroti'').

sábado, 25 de setembro de 2004

PHONOGRAPHIA V

Gustav MAHLER (1860-1911)
Sinfonia Nº2 ''Ressurreição''
Eteri Gvazava, soprano, Anna Larsson, contralto
Orfeón Donostiarra
Orquestra do Festival de Lucerna; Claudio Abbado
Claude DEBUSSY (1862-1918)
''La mer''
Orquestra do Festival de Lucerna.

Maestro: Claudio Abbado.
Gravado ao vivo no Festival de Lucerna, Verão de 2003
Editora: Deutsche Grammophon.

Nos últimos dois dias tenho ouvido esta (nova) gravação vezes sem conta, quase obsessivamente.
Nunca o ''La Mer'' de Debussy foi interpretado com tanta leveza e paradoxalmente com tanta intensidade. A atenção à dinâmica produz uma leitura original e cativante sem deixar de ser fiel às intenções do compositor.

A ''Ressurreição'' é plena de murmúrios, silêncios, horizontes longínquos, trompas e vozes distantes, mas também de clímaxes incandescentes magistralmente construídos pelos excelentes solistas, coros e orquestra.
Uma das melhores interpretações de qualquer sinfonia de Mahler de que há registo e se se quiser resumir poder-se-á dizer: genial Abbado!

---------------------------------

«MAHLER: SINFONIA DA RESSURREIÇÃO»

Ante este ímpeto de sons e silêncio,
ante tais gritos de furiosa paz,
ante o furor tamanho de existir-se eterno,
há Portas no Infinito que resistam?
Há infinito que resista a não ter portas
para serem forçadas? Há um paraíso
que não deseje ser verdade? E que Paraíso
pode sonhar-se a si mesmo mais real que este?

Jorge de Sena.
28/7/1967

SAL


© Rodrigues. Nu, Maio de 2004.


«CONHEÇO O SAL...»

Conheço o sal da tua pele seca
depois que o estio se volveu inverno
da carne repousada em suor nocturno.

Conheço o sal do leite que bebemos
quando das bocas se estreitavam lábios
e o coração no sexo palpitava.

Conheço o sal dos teus cabelos negros
ou louros ou cinzentos que se enrolam
neste dormir de brilhos azulados.

Conheço o sal que resta em minhas mãos
como nas praias o perfume fica
quando a maré desceu e se retrai.

Conheço o sal da tua boca, o sal
da tua língua, o sal de teus mamilos,
e o da cintura se encurvando de ancas.

A todo o sal conheço que é só teu,
ou é de mim em ti, ou é de ti em mim,
um cristalino pó de amantes enlaçados.

Jorge de Sena.
© Mécia de Sena

terça-feira, 21 de setembro de 2004

PROMESSA

SEGUNDA-FEIRA, 20 DE SETEMBRO DE 2004.
Havendo um número tão grande de blogues escritos em português decidi elaborar listas exaustivas com todos os nomes e endereços electrónicos.
As listas serão publicadas até às zero horas de hoje; se se registar um grande número de erros (ou houver novo adiamento na publicação) saberei daí tirar as consequências bloguíticas.

TERÇA-FEIRA, 21 DE SETEMBRO DE 2004.
Devido a problemas vários com o processador de texto (conhecido por ''programa informático'') terei de fazer as listas manualmente; mas prometo que até ao fim do mês estará tudo pronto.
Estou ainda a ponderar processar judicialmente a firma responsável pelo ''programa informático'', mesmo sendo os seus dois administradores grandes amigos meus.

PS: E agora algo totalmente diferente. Achei pitoresca a notícia da escola feita com contentores e muito exótica a escola de ensino básico, com 18 alunos, dentro da garagem de uma vivenda. O pitoresco, o exótico e o castiço ficam sempre bem num país de turismo.

segunda-feira, 20 de setembro de 2004

COLORGRAPHIA III


Jackson Pollock (1912-56). ''Easter and the Totem'', 1953; óleo sobre tela; The Museum of Modern Art, Nova Iorque.

domingo, 19 de setembro de 2004

FORÇA CAMPEÕES!

Hoje às 7 da manhã inicia-se a participação nacional nos Jogos Paralímpicos de Atenas. Agora é que vamos ver atletas portugueses ganhando resmas de medalhas.

quinta-feira, 16 de setembro de 2004

TIDE, PORQUE... BRANCO MAIS BRANCO NÃO HÁ

Que stress o sô ministro Bagão Félix está a sofrer neste momento, a sô dona Judite só faz perguntas difíceis. Não vi o nome do programa mas deve ser ''Conversa Familiar a Dois''.

quarta-feira, 15 de setembro de 2004

SETÚBAL, 15 DE SETEMBRO DE 1765

''Magro, de olhos azuis, carão moreno''

Magro, de olhos azuis, carão moreno,
Bem servido de pés, meão na altura,
Triste de facha, o mesmo de figura,
Nariz alto no meio, e não pequeno:

Incapaz de assistir num só terreno,
Mais propenso ao furor do que à ternura;
Bebendo em níveas mãos por taça escura
De zelos infernais letal veneno:

Devoto incensador de mil deidades
(Digo, de moças mil) num só momento,
E somente no altar amando os frades:

Eis Bocage, em quem luz algum talento;
Saíram dele mesmo estas verdades
Num dia em que se achou mais pachorrento.

Manuel Maria Barbosa du Bocage (1765-1805)

PARABÉNS!

Às miúdas mais talentosas, inteligentes, bonitas e loucas da blogosfera portuguesa.
PHONOGRAPHIA IV

Quinteto ''A Truta'' de Schubert, Quarteto L'archibudelli e Jos Van Immerseel.

Obviamente dedicado às Trutas.










segunda-feira, 13 de setembro de 2004

SIM, SR. MINISTRO

Muito bem! Gostei da lição de finanças transmitida em directo. Está encontrado o homem certo; há que equilibrar as finanças e acabar com o cancro do deficit. Já se sabe que depois disso este país vai ser um cantinho de gente feliz; tal como daquela vez em que um professor cá chegou, colocou as continhas em ordem e depois tratou de colocar os portugueses na ordem.
Bem... agora vamos traduzir:
1- O Governo anterior afinal só manteve o deficit abaixo dos 3% devido às receitas extraordinárias; ia eu dizer, devido a truques de ilusionismo, mas o sô ministro afirmou que não era mágico.
2- Há que reduzir as despesas inúteis e portanto cortar em coisas como a Saúde e a Segurança Social sobrando assim receitas para submarinos e carros ministeriais.
3- Fica prometido o combate aos lucros socialmente injustos das instituições financeiras, especialmente nas zonas offshore (da Madeira, Claro). Ó Bagão, não me digas que não conheces o Alberto João e o Jardim Gonçalves!
4- Fiquem todos descansados que em 2005 já se pode alargar um pouco o cinto e em 2006 vai ser tudo à fartazana; independentemente do estado da economia.

Agora um pouco de futurologia. Em 2006 numa entrevista de rua:
- E a senhora, na sua opinião, quem ganhará as eleições?
- O Santana Lopes.
- Então Porquê?
- Olhe menina, o pouquinho dinheiro que recebo é o da reforma; pelo menos nestes dois anos as coisas melhoraram um bocadinho. Os políticos são todos iguais, fiquem lá estes que ao menos já sabemos com o que contamos!

quinta-feira, 9 de setembro de 2004

AGRADECIMENTOS

Este blogue, especialmente nos últimos dias, tem recebido palavras simpáticas que muito agradeço. Vou tentar chegar ao 2º ano, uma provecta idade nestas coisas da net, escrevendo sobre aquilo que eu gosto (a Arte, a Música, o planeta Terra) e de coisas que detesto (políticos hipócritas, por exemplo). Obviamente este blogue continuará a ser ''discreto e rezingão, justo e provocador'' e será para o seu autor motivo de orgulho, apesar da pouca divulgação feita a amigos, familiares e colegas.
Muito obrigado pelos textos enviados. Mesmo depois da data de aniversário poderão remeter as vossas redacções para publicação; dá sempre jeito ter posts à borla ;-) .

PS: ''O... feito pelos seus leitores'', onde é que eu já li isto?!
PS2: ''Agradecimentos''? Até parece que ganhei um Oscar...
O ABAIXO DE CÃO FEITO PELOS SEUS LEITORES III

O nosso cão é lindo e faz um ano
O primeiro dos salmoneteiros. O presidente do MOCHAT. E um dos meus blogues de eleição desde que por aqui ando. Discreto e rezingão, justo e provocador, não sei se morde, mas lá que ladra... Um grande beijo e muitos parabéns. E põe um sorriso na cara, meu lindo! A malta não comenta muito porque há sítios assim, onde apetece pensar muito e falar baixinho. Sshhhh...


"Iphigenie", escultura de Joseph Beuys (1921-1986).


"Segredo entre Joseph Beuys e eu"

contemplamos
o início da luz estilhaçada
pelo animal sacrificado tocamos o homem
cuja vida se desprende do centro da terra
e
sob a sola do sapato de chumbo
uma cabeça de sangue e de mercúrio escorre
oxidando a vulcânica lâmina da memória

contemplamos
o início da luz estilhaçada
pelo homem tocamos o sacrificado animal
cuja morte se prende à intriga do coração
e
sob a sola do sapato de chumbo
uma artéria pulsa incandescente e escorre
dos olhos do animal para os olhos do homem

contemplamos
o início secreto da eterna luz e da treva
atentos
à morte do esplêndido universo

Al Berto, in A Secreta Vida das Imagens, Contexto.

Manel da Truta, The Amazing Trout Blog.
O ABAIXO DE CÃO FEITO PELOS SEUS LEITORES II

''Estatutos''

''O Engenheiro endireitou a franja e disse para o programa do lado, estou bem, ó Granja?

O Vasco não respondeu, entretido que estava a visionar mais um desenho animado que terminava em Koniec. Koniec, explicou ele, era uma aldeia de desenhos animados. Um dia, vaticinou, isto ainda acaba tudo num desenho animado. Uma espécie aldeia onde se resistirá ainda, a única aldeia. O Engenheiro, já de franja arranjada, respondeu, não me fales em aldeias, ando farto de hortas. O que eu queria era ser filósofo, anda aí um rapaz a dizer coisas e farta-se de vender as publicações dele. Estás a falar do Wittgenstein? retorquiu o outro, largando a fita de buraquinhos e aos quadradinhos. Em cada quadradinho uma imagem, ao longe um fundo preto, de perto uma tonalidade verde... Não, estou mesmo a referir-me a um filósofo desconhecido da grande parte do público, disse o Engenheiro. Resolve tudo à espadeirada samurai, ou coisa que o valha. Filosofias orientais? Isso são Hentais, respondeu Vasco e regressou à sua fita, já desinteressado da conversa.
De muito perto, muito perto, com a fita a correr nos dedos, quase quase que parecia que a tonalidade verde era composta por símbolos em queda...

Koniec.

(Catarina)''

Nota da Redacção: Para melhor apreciar o texto da Catarina é aconselhável ler os estatutos cá do sítio.
O ABAIXO DE CÃO FEITO PELOS SEUS LEITORES I

"Herdámos uma casa. Feita de folhas, flores,
frutos. De águas vidradas, peixes enamorados.
Infância do mundo - translúcida. Que as águas
foram, antes do ferro e da ferrugem, o espelho -
mágico onde o homem aprendeu a conhecer a
sua face, a olhar-se nos olhos, a emendar, na
página de um sorriso, as suas rugas precoces."

Albano Martins

Parabéns a um blog "sem rugas", que gosto de visitar diariamente.
Não desista.

Aliete

Eviado por "Aliete Iria" aliete@.pt

Nota: endereço de e-mail não revelado por não saber se a remetente o permite.
1 ANO

Pronto, já está! Um ano já cá canta, mais tarde farei os discursos formais da praxe. Agora vou publicar os textos já recebidos que muito agradeço e depois vou prà cama que estou cheio de sono.

quarta-feira, 8 de setembro de 2004

BANDEIRA E SELECÇÃO

Há meses que ando com esta atravessada. Porque carga d'água, nos jogos da Selecção, são sempre distribuidas bandeirinhas com a reprodução da bandeira nacional numa face e o simbolo da empresa patrocionadora (hoje era a TMN) na outra? Se o actor João Grosso foi preso há anos por "desrespeitar o Hino Nacional", porque é que os responsáveis por estas geniais ideias não têm de cumprir o Artigo 332º do Código Penal?
JUVENTUDE DE 500 ANOS


MICHELANGELO Buonarroti (n.1475, Caprese; f. 1564, Roma)
"David", estátua apresentada a 8 de Setembro de 1504.
Mármore, altura de 434 cm.
Galleria dell'Accademia, Florença.
CURIOSAMENTE...

...tendo as visitas a este blogue aumentado 42% desde Agosto (em relação à média deste ano) e 61% nos primeiros dias de Setembro; o número de comentários diminuiu cerca de 6%.
Lá tenho eu de recorrer a truques baratos para soltar a língua a este pessoal...
DAS DUAS, UMA...

...ou não vou receber nenhuma prenda :-( ou então estão todos, muito portuguesmente, à espera que chegue o fim do prazo.

segunda-feira, 6 de setembro de 2004

domingo, 5 de setembro de 2004

CONTA-CORRENTE (SOBRE BACH)

''Hoje o Gilo faz 48 anos. Quase cinquentenário - digo-lhe -, já um período para haver História. E para comemorarmos o feliz evento, vamos inaugurar o almoço de Verão na Feira Popular. E enquanto esperamos pela hora, ouço em «disco compacto», que ele me ofereceu, trechos de Bach (Fantasia, Fuga, Corais). É uma música de orgão e assim mesmo logo ritual ou sagrada. Pergunto-me porque tanto me emociona e não sei bem. Música de largos espaços mas que não tem nada que ver com o carácter espacial da de um Wagner ou da Sinfonia do Novo Mundo de Dvorak. Porque o espaço destes é da superfície da Terra e o de Bach do Universo, de um espaço vazio e cósmico, do interior do que existe, do seu Ser. Música do infinito e do sem-tempo, de um mundo desabitado, confrontado com a divindade, como se antes mesmo da sua criação. O que em mim nela escuta é a pureza do meu silêncio interior, a suspensão do que em mim respira e sente, de uma graça que sobre mim descesse e me despegasse de tudo o que há de terreno, a eternidade do meu corpo, transfundido de tudo o que nele é perecível e prometido à morte. Porque é no meu corpo que a escuto, no transcendente da sua miséria e degradação. Música de Bach. Música das constelações, de astros mortos perdidos no impensável do infinito. Alegria calma de existir. Sagração de mim.''
Vergílio Ferreira in ''Conta-Corrente'', Nova Série II; 1993.

sexta-feira, 3 de setembro de 2004

LUGAR-COMUM?

Pode ser que sim, mas o melhor do Mundo são as crianças.
MUNDO CÃO


© Associated Press
PHONOGRAPHIA III


J.S.Bach, Missa em si menor; Gardiner.

Aproveitando o cheiro da terra molhada e enquanto não vem uma vaga de calor; Bach, agora e sempre.


Brahms, 3ª e 4ª Sinfonia; London Classical Players, Norrington.

Brahms revisitado numa interpretação cheia de revelações. O cd infelizmente já não se encontra à venda.

quinta-feira, 2 de setembro de 2004

PRENDAS

Na próxima quinta-feira, dia 9, completará este blogue um ano de vida. Para todos os que já estão a pensar que presente oferecer deixo aqui a minha sugestão, posts. Isso mesmo, poderá escrever aqui no ''Abaixo de Cão'' quem assim o entender.
O seu texto deverá ter entre uma e cem mil palavras e abordar qualquer assunto. Pode enviá-lo por e-mail, para blog_adc [arroba] yahoo.com .
Quem consta na lista dos ''Bons Blogues'' tem ainda a possibilidade de solicitar uma senha (password) para postar aqui directamente.
Apreciarei previamente os textos de quem não constar da lista acima referida; não me estão a ver a publicar prosa do ''Jaquinzinhos'' ou do ''Blogue do Caldas'', pois não?
A partir do dia 9 começarão a ser publicados todas as redacções recebidas (se houver alguma) que estejam de acordo com os estatutos.
Vamos a despachar que só falta uma semana!

quarta-feira, 1 de setembro de 2004

PERGUNTINHA II

Ó Ministro dos Transportes, parece que pretende indexar o preço dos transportes públicos à variação trimestral do valor dos combustíveis; isso quer dizer que, nos trimestres em que a cotação do petróleo baixar, passes e bilhetes terão o seu preço reduzido? Ai é? Assim já estou mais descansado!
Ora deixa cá ver... uma vez que o valor dos passes irá depender do nível de rendimentos de cada um (ou a ideia era do ministro anterior?), nos períodos de descida os mais desfavorecidos vão andar à borla, que maravilha!

Estes gajos do Governo só me gozam!
PERGUNTINHA

Ó Director de Programas d'A2, porque é que insiste em programar enlatados americanos de merda, do estilo ''24''?
Clique em "Mensagens antigas" para ler mais artigos fantásticos do Arquivo.

Temas

(so)risos (4) 100nada (1) 25 de Abril (5) 4º aniversário (1) 90's (2) actualidade (1) Ambiente (2) Aniversários (13) Ano Novo (4) Arquitectura (1) Arte (2) Astronomia (6) avacalhando (1) Blogosfera (78) boicote AdC (1) borlas (2) burla (1) cantarolando (1) cidadania (4) Ciência (6) Cinema (7) Cinema de Animação (2) classe (1) coisas (1) coisas da vida (5) Como disse? (1) Computadores e Internet (28) Contra a censura (1) contrariado mas voltei (1) corrosões (1) cultura (1) curiosidades (1) dass (1) de férias; mas mesmo assim não se livram de mim (2) Década Nova (1) Democracia (5) depois fica tudo escandalizado com as notas dos exames de português (1) Desporto (3) Dia do Trabalhador (1) Direito ao trabalho (1) ditadores de Esquerda ou de Direita não deixam de ser ditadores (1) é que eu amanhã tenho de ir trabalhar (1) eco (1) Economia (5) efemérides (2) eles andam aí (1) Elis (2) Em bom português se entendem 8 nações (2) em homenagem ao 25 de Abril (1) Em Pequim o Espírito Olímpico morreu (1) escárnio e maldizer (1) Escultura (3) espanta tédio (1) estado do mundo (1) Fado (1) Fernando Pessoa (1) festividades (3) Festividades de Dezembro (2) Filosofia (3) Fotografia (24) fotojornalismo (1) fuck 24 (1) fundamentalismos (1) futebol (1) Futuro hoje (1) ganância (3) gastronomia (1) Geografia (1) Grande Música (38) grátis (1) História (4) inCitações (13) injustiça (1) Internet (4) internet móvel (1) Internet: sítios de excelência (1) intervenção pública (3) inutilidades (7) Jazz (2) jornalismo (1) ladrões (1) Liberdade (7) liberdade de expressão (2) língua portuguesa (4) Lisboa (2) listas (1) Literatura (9) Livro do Desassossego (1) Má-língua (1) mentiras da treta (1) miséria (1) MPB (5) Mundo Cão (5) música afro-urbana (1) Músicas (13) não te cales (2) Navegador Opera (2) ninguém me passa cartão... (1) Noite (1) o lado negro (1) o nosso futuro (1) oportunismo (1) os fins nunca justificam os meios (1) paranoia (1) parvoíces (1) pessoal (8) Pintura (129) podem citar-me (3) Poesia (30) política (10) política internacional (2) porque são mesmo o melhor do mundo (2) Portugal (3) Portugal de Abril (4) preciosa privacidade (6) preguiça (1) Programas de navegação (1) quase nove séculos de crise (3) quotidiano (2) resistir (2) resmunguices (7) respeite sempre os direitos de autor (1) Seleção AdC - Internet (1) Selecção AdC - Internet (2) serviço público AdC (1) Sexo (1) so(r)risos (5) Solidariedade (3) Taxa Socas dos Bosques (1) Teatro (1) Tecnologia (1) televisão (1) temos de nos revoltar (1) Terceiro Mundo (20) The Fab Four (1) trauteando (1) Um aperto no coração (1) umbigo (8) UNICEF (1) vai tudo abaixo (2) vaidades (7) vampiros (1) Verdadeiramente Grandes Portugueses (4) vidas (1) vou ali e já venho (1) YouTube (3)
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...